domingo, 1 de dezembro de 2013

Gravação: Manchetes de Jornal

Finalmente chegou o dia de entrar no estúdio. Ou melhor, no quarto. Isso mesmo! Em tempos de softwares avançados e soluções caseiras, ficou muito mais fácil gravar o próximo melhor disco de rock de todos os tempos.

Minha participação ontem se resumiu a acrescentar camadas de guitarras e o solo. Óbvio que a pressão é maior que nos ensaios. Não, não se pode errar. Caso aconteça, grava tudo novamente...

O grande destaque é que o simples é mais. Assim, utilizei o Boss OD - 3 para as linhas, o Axcess Fuzz para o solo e o Phaser GF Music para uma parte psicodélica com a Telecaster. Além disso, não faltou uma pitada do Revolution Tremolo da Andy Effects para uma passagem. As guitarras foram a já citada Telecaster homemade e a Epiphone Sheraton II VS, a mais nova queridinha.